Campanha de incentivo à leitura

campanha

Olá, venho aqui essa madrugada responder a um “meme” que a Lari do blog Books and Donuts me indicou. Achei esse meme bem interessante, porque ele não é muito longo e também não apela pra a chatice do demasiado pessoal, que tem outros memes por aí, que acabam por lembrar mais cadernos de pergunta (acho que quem tem menos de 18 anos hoje, não deve ser da época dos cadernos de pergunta).

Mas vamos lá:

Regras:

– Responder a pergunta: Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler?.
– Indicar 10 blogs para fazer o meme – é expressamente proibido oferecer o laço ‘a quem quiser pegar’ sem indicar seus blogs primeiro. Ou seja, é somente por indicação.
– Avisar os blogs que você indicou e colocar a imagem no seu blog para apoiar a campanha.

– Qual livro você indicaria para uma pessoa começar a ler? –

Eu indico Guerra e Paz de Tolstoi porque… Hahahaha, não, não! Brincadeira!

Vou indicar dois livros bem diferentes entre si, um é um livro infanto-juvenil delicioso, ótimo para crianças e adolescentes pegarem o gosto pela leitura; e o outro é um livro adulto e clássico da literatura mundial. Resolvi escolher esses dois pela minha própria experiência com eles: Foram os primeiros livros (sem figuras, rs) que eu li! 

1 – Saga HARRY POTTER – J.K. Rowling

harrypotter1

Acho que não há um livro infantil que tenha roubado tantos corações assim pelo mundo! Eu comecei a lê-lo quando tinha 11 anos e não parei mais. Minha mãe se fascinou pela história também e hoje é fã número um, mais fã até do que eu. Eu resolvi indicar esse livro para todos a partir dos 8 anos porque ele é ótimo para iniciar a leitura na infância e na pré-adolescência. Sua temática é envolvente, a forma é simples porém não é simplória, você entra dentro da história e vira o melhor amigo dos personagens, tem todos aqueles apelos mágicos e de enredo que prendem até o leitor mais disperso… Não tem como parar!

Quando você assume um compromisso com Harry, você não está assumindo apenas com um livro, mas sim com a história completa composta por 7 livros. O volume de paginas não vai assustar justamente pelas primeiras aventuras possuírem menos páginas, em torno de 300 e poucas. Depois o volume aumenta e aumenta, o 5º livro da série é o mais grosso, mas o leitor nem sente, pelo contrário ele já fica sedento pelo próximo livro.

Outra coisa que acho super importante na saga Harry Potter – e um dos maiores motivos para achar que é o melhor livro para alguém começar a ler – é que sua trama cresce! Assim como o protagonista cresce ao longo dos livros (que são divididos em anos escolares de Harry) o enredo cresce junto! A história vai ficando mais complexa, os livros vão engrossando e a temática fica mais séria, mas sem perder o lúdico e a fantasia. Pois magia é o que mais tem e encanta em Harry Potter, afinal é um mundo mágico! A história começa com descoberta de um mundo novo para um menino que era relegado pelos tios e tido como esquisito, depois ela se torna algo muito maior do que “hocus pocus” e maniqueísmos. Ela envolve diversos sentimentos, viradas com os personagens, conspirações políticas, etc. Acho que é uma história completa, ela diverte e tem uma qualidade excelente. 

É um universo cativante, você ri, chora, torce, vibra, fica inconformado. É algo feito para ter realmente uma legião de fãs, não é a toa que o tem.

UK 607[menor]

2 – O RETRATO DE DORIAN GRAY – Oscar Wilde

doriangray2

Esse é um livro mais complexo, mas acho que as pessoas não devem temer a literatura mais adulta. Eu indico essa obra para novos leitores a partir dos 14 anos. Livros de fantasia, como o Harry Potter, o Senhor dos Anéis, Nárnia (esse último eu não li), em geral são incríveis, estimulam, envolvem e divertem. Mas outros tipos de literatura também envolvem e divertem, e o melhor: deixam um quê de algo mais. Esse algo mais pode ser diversas coisas, uma frase que te emocionou ou te causou uma repulsa, um personagem que ao mesmo tempo te assusta, te fascina e um enredo que te faz pensar sobre diversas coisas abstratas. Acho que O Retrato de Dorian Gray é um livro muito bom para começar a se aventurar nos livros ditos clássicos da Literatura.

Eu li esse livro com 13 anos, acho que ele mudou minha vida. Para começar eu adorava aquela edição linda em capa dura vermelha. Eu gostei tanto da experiência desse livro que até hoje é o meu favorito, corri para ler tudo que tinha pela frente do autor, Oscar Wilde virou meu ídolo, minha referência. O livro trata de questões estéticas e morais, fala sobre juventude, beleza, arte, vaidade, egoísmo, a sociedade aristocrática inglesa, seus costumes e sua moral – e a tudo isso critica de forma irônica, debochada, contundente e deliciosa!

Foi muito instigante para mim, estremeci com o último parágrafo. Admito: ao relê-lo mais tarde com 18 anos, a leitura me foi bem mais proveitosa, mas acho que não é preciso esperar para ler um bom livro, esperar para quê? O Retrato de Dorian Gray não é difícil e prende a atenção do leitor, os diálogos são fantásticos também! Você não vai querer perde-los, realmente.

“There is no such thing as a moral or immoral book. Books are either well written or badly written. That is all” Oscar Wilde

~Indicando outros blogs para participar dessa campanha:

Outramentos

Mor Maeve

Ciao August

French Milk

Boneca Francesa

C’est la vie de Lu et Rafa en France

Top Five Stuff

Beijos e boa leitura ;)

Anúncios