Fisheye One: resenha e primeiro rolo.

Hoje vou falar um pouco da câmera Fisheye One da Lomography, e o que aprendi depois de revelar o primeiro rolo desse brinquedinho fofo.
Antes de fotografar com ela, e posteriormente antes de buscar as fotos reveladas na lojinha, fiquei muito ansiosa fuçando na internet atrás de dicas, curiosidades e respostas as minhas indagações sobre a Fisheye One. Descobri muitas respostas para dúvidas sobre fotografia no blog Queimando o Filme. Então resolvi fazer um post aqui no meu blog para ajudar pessoas que como eu gostariam de saber mais sobre a câmera pelos próprios usuários dela.

Ganhei a Fisheye One modelo Vanilla do meu namorado de presente de aniversário / dia dos namorados *__*

(embrulho e caixinha da câmera)

2012-08-25_17-15-57_125[2] - Cópia

SOBRE A COMPRA

Meu namorado comprou na loja virtual do site. Mas, no final não foi boa ideia, porque o frete é alto (20 reais de frente) e depois achamos o modelo que eu queria (Vanilla) na livraria da Travessa do Barra Shopping,. Eu antes havia procurado no Centro e não achei nenhum modelo legal e ficamos com preguiça de ir a loja física da Lomography porque moramos BEM longe.

Mas a dica é:  as câmeras da Lomography são vendidas nas livrarias da Travessa (vende acessórios e filmes também), e para quem mora no Rio de Janeiro e em São Paulo tem as próprias lojas da marca. A loja do Rio fica em Copacabana.

CUSTO BENEFÍCIO DA CÂMERA

Sinceramente? É preciso saber que a Fisheye, tanto a no.1 quanto a no.2, assim como outras câmeras da Lomography, tem um preço muito alto pro que realmente deveria ser! Daí, você pensa: “ah, mas cem reais numa câmera não é muito”. É sim, sendo ela totalmente básica, sem nenhum recurso e toda feita de plástico. Você quando adquire uma câmera dessas tem que entender que ela é um brinquedo, não é a toa que são chamadas Toys Cameras, para você se divertir sem muita pretensão, afinal o charme da lomografia são justamente os defeitos especiais pela baixa qualidade das lentes de plástico, elas são feitas para serem zuadas mesmo. Então quanto você pretende gastar nessa brincadeira?

Eu achei um bom investimento a Fisheye One porque curto muito o efeito das lentes fisheye, e curto fotografia analógica, se pensar que essas lentes para DSLR são muito caras, e que eu não tenho money nem para ter uma câmera profissional boladona, muito menos para ainda investir em lentes, ter esse recurso numa compacta analógica de lente lixa por 130 reais foi legal (o que custava na época da compra). Tirando que a câmera é toda linda e a experiencia analógica é nostálgica e mágica. Não achei vantagem, apesar de bons recursos, ter uma Fisheye no.2, é claro que ela é melhor e tem como você ter um pouco mais de controle… Só que por mais cem reais ainda mais cara? Acho no mínimo um roubo. E para fazer dupla exposição com a sua Fisheye One, tire o rolo e coloque-o novamente! Não é prático que nem ter um botão, mas as vezes é até mais divertido!
Porém, essas câmeras só custam esse preço por conta da “grife”, pelo designer, pelo apelo da marca da moda, e da onda cultzinha da lomografia que está no momento.

Muito Importante! ESCOLHENDO SEU FILME: QUANTO MAIS ALTO O ISO MELHOR

Eu já sabia pela própria informação do site que essa câmera precisa de um filme com alto ISO/ASA, então comprei o Kodak Ultramax 400, porque é o filme de alto ISO fácil de se achar em qualquer lugar. Porém, quando fui pegar as fotos reveladas, a grande maioria ficou escura mesmo assim!

Fiquei triste porque fotografei de dia e mesmo assim ficaram escuras. O que aprendi: que mesmo com ISO alto essas câmeras de plástico sugam muita luz, então não basta fotografar simplesmente de dia em ambiente aberto, tem que ser NO SOL CARIOCA MESMO, realmente no sol! As fotos de tarde, mais pro fim da tarde saem beeem escuras, de noite só com flash, e o flash ilumina só o assunto bem próximo. Então você comprou uma fisheye? Vá a praia! Tenho certeza que num dia ensolarado suas fotos no parque e na praia vão sair ótimas! E fuja das sombras! A Dica é: Filtro Solar fator alto e ISO alto!

Uma boa é tentar um ISO 800, é muito difícil de achar, mas tem o próprio filme da Lomography, não comprei pra testar porque é meio caro pois vem 3 rolos de filme juntos no pacote, mas deve valer a pena sim. Alguém já usou? Faz muita diferença?

PÂNICO DA REVELAÇÃO MINILAB

Pesquisei lugares recomendados para revelar minhas fotos, porém, achei melhor primeiro testar como se saí os labs do meu bairro. Sintam aquele medo da desgraça total!
Aqui na Praça Seca tem dois lugares: A Bella Photo e a Vlad. Preferi ir na Vlad porque ela é muito, muito antiga mesmo, então confiei na tradição, afinal, minhas fotos da infância tem boa revelação e elas todas foram reveladas em labs daqui.

Aconteceu o que acontece mesmo: cortaram algumas fotos, e esse é o terror pra quem usa Fisheye ou Action Sampler. Felizmente só umas 3 ampliações vieram cortadas, mas já vi que é aquilo, é minilab e acontecerá de novo. Mas o preço foi ótimo mesmo! Será que se eu pedir para terem mais cuidado ajuda? Não. Próximo rolo testo em outro lugar, vamos ver…

(foto tosca do meu negativo)

ESCANEANDO

Tem lugar que escaneia pra você, se você tem um bom scanner com scanner de negativos em casa, você está no paraíso! Vale mesmo muito a pena. Agora se você, como eu, só tem a boa e velha multifuncional e não pretende gastar fortunas com um scanner de negativo, invista na pós-produção, com programas de edição, mesmo os bem básicos, você consegue concertar muito da qualidade e da cor da sua imagem! Mas existem várias gambiarras que você pode fazer para escanear seu negativo em multifuncional, ou até, ou até para fotografá-lo.

PRIMEIRO ROLO

Saíram poucas fotos e as que saíram ficaram ruins, e só uma que você realmente gostou? Relaxa isso é normal, primeiro rolo é uma experimentação mesmo, vai perder muita coisa.
Eu dei sorte das 36 poses saíram 34 :) Ou seja, ótimo aproveitamento. Mas aprendi com os resultados escuros que precisava de mais luz do que imaginava.

Encerro esse post com algumas fotos minhas que tirei com essa gracinha Fisheye One Vanilla, filme Kodak Ultramax 400, revelado na lojinha do bairro e escaneado em multifuncional mesmo, corrigido no Photofiltre

[Cláudio e eu]

[Essa foi uma das ampliações cortadas feiamente pelo laboratório. No negativo está bonitinho]

[E essa sou eu curtindo o verão inverno petropolitano e quem bateu a foto foi o escravo namorado]

Aqui é o link pra minha LomoHome e por hoje é só, pessoal.

Anúncios