Berlim pra mim, Berlim: EAST SIDE GALLERY

postberlin

Mais um post da série “Berlim pra mim Berlim” (confira o primeiro post), em que trago impressões, lembranças e fotos minhas dos lugares que mais curti em Berlim. O East side gallery é bem conhecido e obrigatório a visita. Trata-se de uma galeria no muro de Berlim, preservado da da demolição, o lado leste do extenso muro em Mühlenstraß é coberto por trabalhos artísticos de carácter político, formando assim uma galeria ao ar livre.

A galeria consiste de 105 pinturas de artistas de todo o mundo, iniciadas em 1990 no lado leste do muro de Berlim. A East Side Gallery foi fundada após a bem sucedida fusão de duas associações de artistas alemães: a VBK e a BBK. Os membros fundadores foram Bodo Sperling, Barbara Greul Aschanta, Jörg Kubitzki e David Monti É possivelmente que a galeria seja a maior e mais duradoura ao ar livre de todo o mundo (Wikipédia pra que te quero!)

Para chegar lá é só descer na estação de trem e metrô Warschauer Straße. A linha do metrô é a linha U1

Berlin

estação

Para mim a East Side Gallery é a coisa mais legal que tem em Berlim, afinal o muro de Berlim foi e ainda é o maior símbolo da cidade, fosse ele pro bem ou pelo mal, é uma História muito recente, e por isso é muito vivo ainda, e podemos perceber isso ao andar pelas ruas da cidade… Além do East Side e de outros pedaços remanescentes do muro, outra coisa incrível que tem pelas ruas é uma marca onde mostra onde passava o muro. É engraçado e irônico pensar como um ato tão natural hoje – atravessar aquela faixinha no meio da rua – antes era impedido por um muro com uma vigilância brutal de fronteira. Óbvio que hoje o turismo da cidade explora isso ao máximo, outro bom exemplo é o Checkpoint Charlie. Toda loja de souvenir de Berlim tem os “pedacinhos do muro” de lembrança, é risível, mas não deixa de ser uma gracinha, hahaha…Reza a lenda que se juntassem todos os pedacinhos souvenir de muro que são comercializados dava para construir mais de 2 muros! Será? Bom eu não comprei, mas minha amiga Daphne  que comprou e falou “eu sei que é fake, mas deixa eu ser feliz”.

Berliner mauer

Berliner mauer 2

E você também pode deixar sua marca no muro…

Hahahahahahaha, IFCS no muro! História UFRJ! Também deixei um recado para minha prima Luiza.

IFCSMURO

P1060213[3]

auf wiedersehen ;*

Berlim pra mim, Berlim

postberlin

Olá pessoas, hoje vou começar uma nova série aqui no blog dedicada a cidade de Berlim, na Alemanha. Esse será o primeiro post de vários que estou planejando para compartilhar com vocês minhas impressões, recordações e saudades dessa cidade tão interessante, que tive a oportunidade de conhecer em 2010. Esse post será mais geral com uma seleção das minhas fotos preferidas que tirei por lá. Nos próximos capítulos devo trazer coisinhas sobre lugares  específicos que gostei, como alguns os museus, o east side gallery e o mauerpark…

Essa semana meu primo voltou em definitivo para Brasil, motivo de felicidade e de uma tristeza também; felicidade é claro, pois ele volta para assumir o cargo do concurso que passou, e depois de anos é ótimo tê-lo próximo a nós! Tristeza é que  por qual que motivo agora vamos voltar à Berlim? Ano passado ia voltar para Alemanha, uma viagem que não ia ser nada demais, e por isso mesmo ia ser tão gostosa, uma viagem para rever lugares, ia ficar com meu primo em Berlim, e também voltaria a Holanda e Inglaterra, países que gostei demais quando conheci em 2008. Todavia, teve a greve das universidades federais e isso fez com que minha viagem de Natal fosse para o beleléu, agora meu primo está voltando e Berlim ficou para trás :/, não devo voltar mais para lá… Berlim nunca foi uma cidade que eu planejava conhecer, e sinceramente, além da sua história, não nada de muito especial. E talvez isso que faça querer voltar e não querer voltar à Berlim. Minha experiência com essa cidade foi similar a que tive em Londres, embora tivesse passado mais tempo em Londres e gostado mais da capital inglesa. Nas duas vezes viajei para ficar com meu primo, e como fiquei na casa dele pude ter uma experiência de como é morar naquele lugar, e digo sobre Berlim o que sempre falo sobre Londres: É uma cidade para se morar, e não para se passear. A estrutura da cidade é incrível! Para turismo não é charmosa, mas para se morar é uma cidade acolhedora, atraente, divertida, BARATA e um grande centro cosmopolita. É um lugar para se viver, definitivamente.

berlin1

berlin2

Berlim é assim, uma cidade marcada pela sua história, uma história muito recente, e que nos dá uma verdadeira lição de vida. Berlim é cool, não tem outra definição melhor. E para quem gosta de cerveja, como eu, é impossível não gostar de lá, cerveja da melhor qualidade do mundo e baratíssima. Essa é a Berlim, uma cidade que te leva a vários questionamentos filosóficos e embriaguez.

berlin5

Espero que tenham gostado das fotos que separei, nos vemos no próximo post

Auf Wiedersehen!